Clarisse Agbegnenou e Matthias Casse triunfam no Grand Slam de Paris

Clarisse Agbegnenou derrotou a croata Katarina Kristo
Clarisse Agbegnenou derrotou a croata Katarina Kristo Direitos de autor IJF
De  Euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

O segundo dia do torneio parisiense foi recheado de emoções fortes, com vitórias de alguns dos grandes favoritos.

PUBLICIDADE

No segundo dia do 50º Grand Slam de Paris, perante uma AccorHotels Arena lotada, houve um belo espetáculo antes do início das finais e houve confrontos épicos ao longo do dia.

Vários VIP marcaram presença, incluindo o campeão mundial da UFC, Islam Makhachev. O Presidente da Federação Internacional de Judo (FIJ), Marius Vizer, entregou o diploma de 8º dan a Florian Velici, perito da FIJ.

-63kg (femininos)

Os fãs tiveram o momento por que esperavam - a lenda francesa Clarisse Agbegnenou entrou em cena contra a croata Katarina Kristo, determinada a vencer na sua cidade natal. Uma mudança de direção deu-lhe o waza-ari no golden score e fez desta a 7ª medalha de ouro no Grand Slam de Paris. Os fãs foram ao rubro com Agbegnenou!

O Presidente da FIJ, Marius Vizer, entregou as medalhas.

"Estou muito feliz, muito orgulhosa. Obrigada a todos os meus apoiantes, que foram fantásticos. Por vezes, quando pensava que estava a ser difícil, sentia a multidão e pensava que não os podia deixar desiludidos, tinha de de lhes mostrar que estava aqui hoje. Obrigada a todos, marquem presença nos Jogos Olímpicos de Paris, vou precisar de vocês", disse a judoca, campeã olímpica em título.

-73kg (masculinos)

O japonês Tatsuki Ishihara conquistou o ouro na primeira participação no Circuito Mundial de Judo, marcando waza-ari com um ashi-guruma na final contra Giorgi Chikhladze da Geórgia.

As medalhas foram entregues pelo vice-presidente do Conselho Olímpico da Ásia, Otabek Umarov.

-70kg (femininos)

A alemã Miriam Butkereit surpreendeu o público francês com um contra-ataque bem executado sobre a favorita da casa Marie-Ève Gahié. O Presidente dos World Combat Games, Stephan Fox, entregou as medalhas.

-81kg (masculinos)

O número um do mundo, o belga Matthias Casse, derrotou Zelim Tckaev, do Azerbaijão, com um hiza-guruma bem cronometrado no golden score para subir ao topo do pódio em Paris, mais uma vez, após a vitória em 2020.

O diretor-geral do Centro para os Direitos Fundamentais da Hungria, Miklos Szantho, entregou as medalhas.

"Paris é sempre uma atmosfera fantástica, com tantas pessoas tão perto dos tatamis, é, para nós, uma honra lutar aqui e uma grande atmosfera", disse Casse.

A equipa francesa esteve em grande forma, com ippons ao longo de todo o dia, para gáudio do público.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Judo: Ouro para Renshall, Matic, Lavrentev e Hojo no Grand Prix de Portugal

Teddy Riner campeão em Paris pela oitava vez

Judocas da casa brilham no Grand Slam de Paris