Embaixada dos EUA em Moscovo alerta para ataques iminentes na capital russa

Moscovo
Moscovo Direitos de autor Alexander Zemlianichenko/Copyright 2024 The AP. All rights reserved.
De  Oleksandra Vakulina
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Estados Unidos emitiram alerta para 48 horas, devido a perigo "iminente" na capital da Rússia.

PUBLICIDADE

A embaixada dos Estados Unidos em Moscovo avisou os norte-americanos, num alerta de segurança publicado online ao final do dia 7 de março, sobre uma ameaça iminente de ataques a grandes ajuntamentos na capital russa nos próximos dois dias.

"A embaixada está a monitorizar as informações de que os extremistas têm planos iminentes para atacar grandes concentrações em Moscovo, incluindo concertos, e os cidadãos americanos são aconselhados a evitar ajuntamentos nas próximas 48 horas", lia-se no alerta.

Os ministérios dos Negócios Estrangeiros da Letónia e do Reino Unido fizeram eco do aviso norte-americano, tendo a embaixada do Reino Unido na Rússia aconselhado os cidadãos britânicos a não viajarem para o país.

O aviso foi emitido horas depois de o Serviço Federal de Segurança da Rússia ter dito que neutralizara uma célula terrorista do Estado Islâmico que estava a preparar um ataque a sinagogas em Moscovo.

A embaixada dos EUA na Rússia não deu mais pormenores sobre a natureza da ameaça, mas disse que as pessoas devem evitar concertos e multidões e estar atentas ao que as rodeia. 

Não é claro se as duas declarações - da embaixada dos EUA e dos serviços de informação russos - estão relacionadas.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Serviços secretos da Lituânia: "Rússia prepara-se para um confronto a longo prazo com a NATO"

Rússia coloca Garry Kasparov na lista de "terroristas e extremistas"

Drones navais abrem nova fase na guerra da Ucrânia