Diretor-geral da Boeing demite-se

Diretor-geral da Boeing demite-se
Direitos de autor Copyright 2019 The Associated Press. All rights reservedAndrew Harnik
De  Euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

A empresa apresenta um forte período de turbulência desde a queda de dois aviões Boeing 737 MAX

PUBLICIDADE

Dennis Muilenburg, o até agora diretor-geral da Boeing, vai ser substituído no cargo por David Calhoun, atual presidente da empresa, a 13 de janeiro.

Pressionado pela queda de dois aviões 737 Max, Muilenburg oficializou, esta segunda-feira, a demissão. Uma decisão agravada pelo falhanço, na véspera, da acoplagem da cápsula espacial da empresa à Estação Espacial Internacional. A Starliner acabou por aterrar num deserto no oeste dos EUA.

A dança das cadeiras ocorre numa altura em que a construtora aeroespacial atravessa um período de crise e tenta recuperar a confiança, quer dos passageiros quer das companhias aéreas.

Recentemente, a Boeing anunciou a decisão de suspender, temporariamente, a partir de janeiro, a produção do modelo 737 Max, envolvido em dois acidentes que fizeram mais de 300 mortos e impedido de circular até serem efetuadas melhorias em termos de segurança.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Mercedes-Benz recolhe 250 000 veículos devido a risco de incêndio

Uber Eats altera anúncio polémico da Super Bowl por brincar com alergias alimentares

Quem ultrapassou Elon Musk como a pessoa mais rica do mundo?