This content is not available in your region

"Chouf": como deixar "a vida" no bairro do norte em Marselha?

"Chouf": como deixar "a vida" no bairro do norte em Marselha?
De  Euronews

<p>Será possível deixar para trás uma vida difícil, num bairro periférico, deixar “o bairro do norte” como se diz em Marselha? É a questão colocada pelo realizador francês Karim Dridi no filme “Chouf”.</p> <p>“Chouf” significa “olhar” em arábe. É o que fazem os pequenos vendedores de droga que aos dez anos de idade já ganham mais do que os pais. </p> <p>A personagem principal, Sofiane, teve sorte na vida. Está na faculdade em Lyon e regressa de férias a Marselha, onde vive o irmão, vendedor de droga. Mas, num meio social onde a palavra não tem valor, o irmão é assassinado. Sofiane já não regressa à faculdade. </p> <p>O realizador mostra-nos o coração dos bairros pobres de Marselha, onde, como se diz, as leis não contam. Fá-lo de uma forma tão credível que o próprio espetador se sente inseguro. Karim Dridi evita os clichés e uma visão maniqueísta de Marselha. </p> <p>Além disso, vê-se que o realizador francês gosta das suas personagens, mesmo das menos recomendáveis. O elenco integra atores não profissionais, o que dá um grande realismo ao filme. O final é amargo como seria de esperar.</p>