Guterres alerta para efeitos do "caos climático" na Antártida

Presidente do Chile, Gabriel Boric, e ecretário-geral da ONU, António Guterres
Presidente do Chile, Gabriel Boric, e ecretário-geral da ONU, António Guterres Direitos de autor AFP PHOTO / CHILE'S PRESIDENCY
De  Euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Secretário-geral da ONU, António Guterres, visitou a Antártida para ver o impacto do aumento das temperaturas no degelo dos glaciares.

PUBLICIDADE

O secretário-geral da ONU, António Guterres, terminou este sábado uma visita à Antártida, onde viu com os próprios olhos o rápido degelo do Polo Sul. Na companhia do presidente chileno, Gabriel Boric, o líder das Nações Unidas pôde observar o impacto do aumento das temperaturas na paisagem local.

"A Antártida tem sido chamada "o gigante adormecido". E está a ser acordada pelo caos climático. O gelo marinho da Antártida atingiu nível mais baixo de sempre", alertou Guterres.

Dias antes, o Secretário-Geral da ONU apelava aos países presentes na COP28, no Dubai a mais esforços no combate às alterações climáticas. Guterres reiterou a importância de colocar o planeta de novo no caminho do aquecimento global limitado a 1,5° C até 2050, tal como previsto pelo Acordo de Paris.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

"Ponto de viragem" climático pode ser catastrófico para a Europa

Cientistas "mais preocupados que nunca" com calor recorde de 2023

Invernos acima dos -8°C ameaçam abastecimento de água na Europa