EventsEventos
Loader

Find Us

FlipboardLinkedin
Apple storeGoogle Play store
Atores em protesto na Califórnia, 29 de agosto de 2023

Vídeo. EUA: Atores querem retomar negociações com produtores

A estrela de "Breaking Bad", Bryan Cranston, pediu à Aliança de Produtores de Cinema e Televisão (AMPTP) para retornar às negociações com os atores de cinema, em Culver City, na Califórnia, esta terça-feira.

A estrela de "Breaking Bad", Bryan Cranston, pediu à Aliança de Produtores de Cinema e Televisão (AMPTP) para retornar às negociações com os atores de cinema, em Culver City, na Califórnia, esta terça-feira.

"Queremos que voltem para a mesa conosco", disse num apelo à AMPTP enquanto participava no piquete de greve, no Sony Pictures Studios. "Estamos abertos. Nós estamos à espera", afirmou.

Cranston foi acompanhado por Aaron Paul, Jesse Plemons e outros membros do universo "Breaking Bad" num esforço para dinamizar as linhas de protesto, mais de um mês depois de o sindicato dos atores, SAG-AFTRA, se ter juntado aos escritores de Hollywood, num movimento de greve.

Ambas as organizações estão preocupadas pelo domínio dos serviços de streaming, que mudaram todos os aspetos da produção e do pagamento na indústria.

Na última temporada, que foi ao ar há mais de uma década, "Breaking Bad" foi um dos programas de TV por cabo mais assistidos e mais bem cotados de todos os tempos.

A série de sucesso permanece no Zeitgeist graças à sua popularidade duradoura na Netflix, mas as suas estrelas dizem que isso não se refletiu nos seus rendimentos.

"Não estamos estamos a lutar contra o inimigo. Eles não são vilões. São pessoas com as quais todos nós poderemos trabalhar novamente em algum momento", disse Cranston. "Só queremos que vejam a realidade", concluiu.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

O vídeo mais recente

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE