EventsEventos
Loader

Find Us

FlipboardLinkedin
Apple storeGoogle Play store
PUBLICIDADE

Suspeitos por naufrágio que matou 800 migrantes ilegais conhecem veredito em Itália

Suspeitos por naufrágio que matou 800 migrantes ilegais conhecem veredito em Itália
Direitos de autor 
De  Euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Está prevista para esta terça-feira, em Catânia, sul de Itália, a leitura do veredicto num processo contra dois suspeitos de serem facilitadores de migração clandestina do norte de África para a Europ

PUBLICIDADE

Está prevista para esta terça-feira, em Catânia, sul de Itália, a leitura do veredicto num processo contra dois suspeitos de serem facilitadores de migração clandestina do norte de África para a Europa através do Mediterrâneo.

Um tunisino, Mohammed Ali Malek, e um sírio, Mahmud Bikhit, são apontados como os dois responsáveis pelo naufrágio em abril do ano passado de um barco em pleno Mediterrâneo, em que terão morrido cerca de 800 migrantes ilegais.

A acusação pede 18 anos de prisão para o suposto líder da dupla, o tunisino, e seis para o assistente sírio. A pena pretende criar o precedente de que quem ajuda à migração ilegal incorre em acusações de homicídio.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Tentaram chegar à Europa mas a Líbia isolou-os

Pelo menos 240 migrantes morreram em dois naufrágios no Mar Mediterrâneo

Mediterrâneo: 239 migrantes morrem afogados em dois naufrágios