Euronews is no longer accessible on Internet Explorer. This browser is not updated by Microsoft and does not support the last technical evolutions. We encourage you to use another browser, such as Edge, Safari, Google Chrome or Mozilla Firefox.

Última hora

Última hora

"É a última oportunidade para o Brexit"

Theresa May apresenta o derradeiro plano para o Brexit
Theresa May apresenta o derradeiro plano para o Brexit -
Direitos de autor
Kirsty Wigglesworth via REUTERS
Tamanho do texto Aa Aa

"Fiz concessões, agora é a vossa vez" - A primeira-ministra britânica passa para o parlamento a responsabilidade de "cumprir o Brexit". Theresa May apresentou esta terça-feira as linhas gerais do novo acordo. Em cima de um pulpito onde se pedia "consenso no parlamento", frisou que o documento vai permiti esclarecer o que querem os deputados britânicos. "O governo vai incluir no preâmbulo do diploma que fixa o acordo de saída a obrigação de se votar sobre um segundo referendo, a realizar-se antes da ratificação do acordo de saída", disse May.

A chefe de governo referiu por várias vezes que o parlamento tem de "honrar a vontade do povo", expressa no referendo de 2015 e põe nos deputados a responsabilidade do fim do Brexit. Nas palavras de May, "rejeitar este acordo e sair da União Europeia com um acordo a negociar em breve será impossível. O que é que fazemos? Alguns sugerem uma saída sem acordo, mas seja qual for o desfecho, o parlamento tem sido claro: fará tudo o que puder para o travar. Sem acordo, teremos de ter novas eleições gerais ou um segundo referendo que pode levar à anulação e ao fim do Brexit."

O novo documento é entregue amanhã no parlamento e será votado a 3 de junho.

Entre as novas medidas em destaque na proposta estão a regulação das relações comerciais com os 27 e maiores garantias de proteção da integridade territorial do Reino Unido, enquadrando a possibilidade de uma fronteira física entre as duas Irlandas.