Última hora

Netanyahu agradece apoio de Trump

Netanyahu agradece apoio de Trump
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

É a mais recente de uma série de iniciativas pró-Israel da Casa Branca. A Administração Trump declara que os colonatos israelitas na Cisjordânia não são ilegais. O anúncio dos Estados Unidos rompe com a posição tradicional de países que procuram um consenso entre Israel e a Palestina.

Mas, segundo a ONU, esta posição nada muda no que toca ao direito internacional. A alta Representante da União Europeia para a Política Externa, Federica Mogherini, disse que a declaração de Trump compromete "uma solução entre os dois estados".

Benjamin Netanyahu recebeu o anúncio dos Estados Unidos com agrado, com uma visita aos territórios ocupados.

A administração Trump corrigiu um erro histórico, apoiada pela verdade e pela justiça. Agradeço ao Presidente (Donald) Trump e ao Secretário de Estado (Mike) Pompeo. Acho que é um ótimo dia para o estado de Israel e uma conquista que vai permanecer durante décadas.
Benjamin Netanyahu
Primeiro-ministro de Israel.

Este ano, numa demonstração de apoio à causa israelita , Donald Trump disse reconhecer Jerusalém como capital de Israel e decidiu deslocar a embaixada norte-americana para essa cidade. Trump disse igualmente reconhecer a soberania de Israel sobre os montes Golã - o território que causa discórdia com a Síria.

A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.