Última hora
This content is not available in your region

Britânicos mostram apoio ao Serviço Nacional de Saúde

euronews_icons_loading
Britânicos mostram apoio ao Serviço Nacional de Saúde
Direitos de autor  Frank Augstein/Copyright 2020 The Associated Press. All rights reserved
Tamanho do texto Aa Aa

O número de infetados com o novo coronavírus aumenta no Reino Unido. Com isso aumenta também a procura dos médicos, enfermeiros e restante pessoal do NHS - O Serviço Nacional de Saúde britânico.

O diretor de comunicação da federação de prestadores de serviços do NHS, Adam Brimelow, diz que "em muitas partes do país o impacto da epidemia ainda não se faz sentir, mas em Londres esse impacto já é forte e está a causar pressão nos hospitais, em particular nos cuidados intensivos. As pressões fazem sentir-se também no pessoal, uma vez que sempre que um funcionário apresenta sintomas de COVID-19 é obrigado a retirar-se".

Para responder ao aumento na procura, o governo britânico lançou um apelo aos cidadãos para que se juntassem a uma força voluntária. Britânicos de todas as profissões vão transportar pacientes ou entregar comida e medicamentos em casa a quem está de quarentena em casa. O ministro da saúde tinha um objetivo inicial. de 250 mil inscrições. Em poucas horas, mais de meio milhão de pessoas tinham-se já inscrito. O objetivo foi, entretanto, revisto para 750 mil pessoas.

Diz Adam Brimelow: "É um esforço nacional. Para muitas pessoas, é reconfortante ver que este desafio galvanizou uma fatia tão grande da sociedade britânica, que respondeu de forma tão positiva e construtiva".

Outras iniciativas estão em estudo para aliviar o fardo do pessoal hospitalar, incluindo acabar com as tarifas nos parques de estacionamento dos hospitais e descontos na comida e bebidas para quem está na linha da frente.

Tal como tem vindo a acontecer em vários países europeus afetados pelo vírus onde as pessoas estão confinadas em casa, à noite nas janelas ouviram-se na noite de quinta-feira aplausos aos médicos, enfermeiros e assistentes e todos aqueles que se têm sacrificado nesta missão de combate a uma ameaça devastadora e até agora desconhecida.

Britânicos aplaudiram o NHS da janela