Última hora
This content is not available in your region

Milhares de polacos nas ruas pela permanência na União Europeia

Access to the comments Comentários
De  Nara Madeira com AP, AFP
euronews_icons_loading
Milhares de polacos nas ruas pela permanência na União Europeia
Direitos de autor  Czarek Sokolowski/Copyright 2021 The Associated Press. All rights reserved
Tamanho do texto Aa Aa

Milhares de polacos manifestaram-se, este domingo, em defesa da permanência do seu país na União Europeia. Multidões juntaram-se em cidades como Varsóvia, Cracóvia e Poznan.

Um protesto convocado por Donald Tusk, o ex-presidente do Conselho Europeu que lidera agora o principal grupo da oposição no país, a Plataforma Cívica. Tusk pediu aos cidadãos que defendam "uma Polónia europeia".

O antigo líder europeu alertou para a perspetiva de um "Polexit", afirmando: "temos de salvar a Polónia, ninguém o fará por nós".Isto depois de o Tribunal Constitucional da Polónia ter decidido, na semana passada, que as leis polacas têm primazia sobre as da UE e que a União Europeia, considerando que nenhuma decisão do Tribunal Europeu de Justiça se sobrepõe à Constituição do país. Este órgão europeu tinha concluído que os novos regulamentos da Polónia para a nomeação de juízes do Supremo Tribunal poderiam violar a lei da UE e ordenou ao governo de direita que os suspendesse.

No comunicado do tribunal europeu sobre a matéria, datado de março, lê-se: "As sucessivas alterações à Lei polaca sobre o Conselho Nacional da Magistratura que têm por efeito suprimir a fiscalização judicial efetiva das decisões desse conselho que apresentam ao Presidente da República candidatos às funções de juiz __do Supremo Tribunal são suscetíveis de violar o direito da União".

O comissário europeu da Justiça, Didier Reynders, já tinha avisado que a União Europeia responderá à decisão da alta instância polaca, a seu tempo.

Outras fontes • DEZDF, PLTVP