EventsEventosPodcasts
Loader
Encontra-nos
PUBLICIDADE

Mississípi prepara-se para novas tempestades com tornados

Sobreviventes ainda estão em choque com a devastação provocada pelos tornados no Mississípi, EUA
Sobreviventes ainda estão em choque com a devastação provocada pelos tornados no Mississípi, EUA Direitos de autor Julio Cortez/Copyright 2023 The AP. All rights reserved
Direitos de autor Julio Cortez/Copyright 2023 The AP. All rights reserved
De  Euronews
Publicado a
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Estado norte-americano foi atingido pela passagem de tornados, esta sexta-feira, tendo registado pelo menos 26 mortes.

PUBLICIDADE

Depois dos tornados que, este fim de semana, mataram pelo menos 26 pessoas, o estado norte-americano do Mississípi prepara-se para mais tempestades severas, com tornados e queda de granizo.

O alerta foi dado este domingo pelo governador local, Tate Reeves, que fala em “danos devastadores”. 

 A catástrofe levou a que fosse ativado o estado de emergência, um estatuto que permite facilitar a disponibilização de verbas de apoio às áreas afetadas. Mas a recuperação adivinha-se lenta, após centenas de pessoas terem ficado sem casa.

"Sabemos que a recuperação vai ser um evento a longo prazo. E sabemos já que um dos maiores problemas que vamos enfrentar é o da habitação e de como ajudar quem foi afetado por este acontecimento horrível", afirmou Deanne Criswell, da Agência Federal de Gestão de Emergências dos Estados Unidos da América.

As autoridades tentam agora garantir uma resposta de emergência à população e restabelecer o fornecimento de energia

Ainda em choque, também os sobreviventes começam as limpezas. Uma tarefa árdua, quando se tem em conta o estado de devastação, mas que começa a contar com a ajuda de voluntários vindos dos estados vizinhos do Arkansas, Louisiana e Tenesse.

Todo o apoio é bem-vindo. Ao ver com desalento os destroços do que foi outrora a sua casa, Shirley Stamps lembra que vão ter de "recomeçar do zero" e suplica: "Por favor, ajudem-nos. Obrigada".

O sul dos Estados Unidos está já de alguma forma habituado a tornados, mas o incidente desta sexta-feira chegou com uma força anormal sobretudo para a altura do ano, quando na região as tempestades mais fortes ocorrem normalmente entre abril e junho.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Dezenas de tornados matam pelo menos 26 pessoas nos EUA

Tornado provoca mais de vinte mortes no Mississípi

Joe Biden defende o seu desempenho no debate, afirmando que sabe “fazer o seu trabalho”