Praga projeta bairro neutro em emissões de carbono

A central de energia que vai fornecer o novo bairro de Bubny-Zatory deve estar pronta em 2030
A central de energia que vai fornecer o novo bairro de Bubny-Zatory deve estar pronta em 2030 Direitos de autor Euronews
Direitos de autor Euronews
De  Jiri Skacel
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

A capital checa já aprovou o plano para construir um novo bairro em 100 hectares atualmente abandonados

PUBLICIDADE

Praga eleva a fasquia dos projetos de descarbonização. A capital checa planeia construir o primeiro bairro com impacto neutro no clima, sem qualquer consumo de energias fósseis como o gás ou o carvão.

O Conselho Municipal da cidade aprovou já o local de construção do novo bairro Bubny-Zatory: trata-se do maior terreno abandonado perto do centro da cidade.

Este bairro vai cobrir uma área de mais de 100 hectares e acomodar até 25.000 habitantes em 11.000 apartamentos.

"Cumpriremos o plano climático de Praga até 2030 e, ao mesmo tempo, reduziremos significativamente a nossa dependência do gás russo, porque desta forma pouparemos cerca de 29 milhões de metros cúbicos de gás," diz Michal Hroza, conselheiro da cidade para as infra-estruturas.

O projecto envolve a utilização de calor e frio do Energocentrum, um centro de energia que vai funcionar na Estação Central de Tratamento de Águas Residuais em Bubeneč.

A unidade processa actualmente 3 metros cúbicos de água por segundo e a temperatura não desce abaixo dos 15 graus Celsius durante todo o ano. No futuro vai poder também aquecer a água. 

"Somos capazes de aquecer a água até 110 graus através de bombas de calor potentes e alimentar esta energia no local de água quente," explica Pavel Valek, diretor executivo da empresa de gestão de água de Praga.

O Energocentrum deve estar pronto no final da década e nessa altura, deverá fornecer energia a cerca de um quinto da capital da Chéquia.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Emirados Árabes Unidos tenta recuperar das chuvas mais fortes alguma vez registadas no país

Europa regista temperaturas cada vez mais extremas

Onda de calor na Europa antecipou a época balnear