Crateras provocadas por mineração preocupam polacos

Cratera em Hutki, na Polónia
Cratera em Hutki, na Polónia Direitos de autor Euronews
De  euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Em algumas zonas da Polónia há cada vez mais sumidouros resultantes da extração mineira e os habitantes queixam-se da falta de soluções definitivas para o problema.

PUBLICIDADE

Em Hutki, na Polónia, é bem visível uma cratera resultante das atividades de mineração. Há mais locais no país onde dolinas como esta podem surgir. Na cidade de Trzebinia, cerca de 270 hectares de terra estão em risco de que isto aconteça.

"Desde o ano passado, temos tido uma certa explosão deste fenómeno e isso preocupa muito os moradores, porque diz respeito a áreas que eles usam diariamente: sejam hortas ou um cemitério, quer sejam campos desportivos ou campos de ténis. Também temos o nosso centro comunitário local fechado. Estamos agora a examinar as áreas à volta da escola, bem como debaixo, diretamente, das casas das pessoas, porque nas imediações das casas, esses sumidouros também aparecem", dá conta o vice-presidente da Câmara Municipal de Trzebinia, Tomasz Zołądź. 

Os habitantes da região dizem que até apanhar cogumelos pode ser perigoso. Há, por isso, cada vez mais florestas onde não se pode entrar, por causa da ameaça de dolinas, como esta em Trzebinia.

"Gostaríamos de obter mais informações sobre este assunto para nos sentirmos mais seguros. Há cada vez mais desses buracos, então seria bom estar atualizada com todas essas informações", diz Joanna, residente em Olkusz. 

Os habitantes queixam-se também da ajuda insuficiente do governo e da falta de uma solução para o problema. Quando os sumidouros aparecem, são enchidos rapidamente, mas esta não é uma solução a longo prazo e a ameaça mantém-se.

"Claro que a ameaça de sumidouros é monitorada continuamente, tanto no caso de Siersza [mina fechada em Trzebinia], onde a ameaça é maior, e esses sumidouros, infelizmente, aparecem com muita frequência, mas também podem aparecer noutros locais onde até agora não se verificaram. Tivemos esses exemplos. A [ameaça] não é muito alta no caso da Bacia de Carvão da Alta Silésia, mas há áreas onde a extração mineira foi pouco profunda, onde as escavações mineiras estavam localizadas a pouca profundidade no subsolo, pelo que a ameaça será provavelmente maior nessas zonas", explica Sylwia Jarosławska-Sobór, porta-voz do Instituto Central de Minas de Katowice.

"O problema dos sumidouros é muitas vezes ignorado devido à sua natureza regional, mas é uma preocupação séria para muitos habitantes da Polónia. Em cidades como Trzebinia, é possível que pelo menos uma evacuação parcial seja necessária", conclui Magdalena Chodownik.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Nova Esquerda avança com projetos de lei para legalizar aborto na Polónia

Primeira reunião do parlamento polaco após eleições esta segunda-feira

Camionistas polacos bloqueiam fronteira com a Ucrânia