EventsEventosPodcasts
Loader

Find Us

PUBLICIDADE

Marcha silenciosa reúne figuras da cultura em Paris pela paz no Médio Oriente

Atrizes Isabelle Adjani, Ariane Ascaride, Emmanuelle Beart e Luna Azabal participam na marcha silenciosa em Paris, França
Atrizes Isabelle Adjani, Ariane Ascaride, Emmanuelle Beart e Luna Azabal participam na marcha silenciosa em Paris, França Direitos de autor Thibault Camus/Copyright 2023 The AP. All rights reserved
Direitos de autor Thibault Camus/Copyright 2023 The AP. All rights reserved
De  Euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Manifestações pelo fim da guerra entre Israel e o Hamas, o fim da opressão de Gaza e a libertação dos reféns raptados pelo grupo islamita tomaram as ruas de várias cidades europeias, este domingo.

PUBLICIDADE

Uma marcha silenciosa pela paz no Médio Oriente reuniu milhares de pessoas, no domingo, em Paris. 

A iniciativa, organizada por um grupo de 600 personalidades do mundo da cultura, como as atrizes francesas Isabelle Adjani, Ariane Ascaride, Emmanuelle Beart e a atriz belga Luna Azabal, (na imagem), seguiu um percurso simbólico pelas ruas da capital francesa, com partida no Instituto do Mundo Árabe e chegada no Museu de Arte e História do Judaísmo.

Finlandeses pedem fim do negócio de armas com Israel

Em Helsínquia manifestantes exigiram o fim da intervenção militar israelita na Faixa de Gaza e do comércio de armas entre a Finlândia e Israel.

Os dois países assinaram há cerca de uma semana um acordo que permite a Telavive exportar um sistema de defesa aérea conhecido como "a fisga de David", um sistema militar também usado atualmente na guerra contra o Hamas.

Varsóvia apela à libertação de reféns

Em apoio a Israel, dezenas de pessoas juntaram-se a uma marcha em Varsóvia. Os participantes apelaram à libertação dos reféns capturados a de 7 de outubro pelo Hamas e ao fim do antissemitismo.

O evento contou com a presença do embaixador de Israel na Polónia, Yacov Livne, do rabino-chefe do país, Michael Schudrich, e de representantes dos partidos da oposição polacos.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Autoridades francesas estão a tratar o atentado de Paris como "conspiração terrorista"

Fórum de Paris para a Paz: é preciso "repensar a nossa abordagem" diz Secretário-geral da ONU

"Paz, por favor": os artistas de rua europeus reagem à guerra entre Israel e o Hamas