Ataque a igreja católica em Istambul causa um morto

Um agente forense da polícia turca trabalha perto da igreja de Santa Maria em Istambul, Turquia, no domingo
Um agente forense da polícia turca trabalha perto da igreja de Santa Maria em Istambul, Turquia, no domingo Direitos de autor Emrah Gurel/The AP
De  Euronews com AP
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied
Artigo publicado originalmente em inglês

Dois homens armados atacaram a igreja de Santa Maria no distrito de Sariyer durante o serviço dominical. As autoridades investigam o ocorrido.

PUBLICIDADE

Dois homens armados atacaram uma igreja católica em Istambul, Turquia, durante a missa de domingo. Uma pessoa morreu, anunciaram as autoridades turcas.

De acordo com uma declaração publicada na rede X - antigo Twitter - pelo Ministro do Interior Ali Yerlikaya, os assaltantes armados atacaram a Igreja de Santa Maria no distrito de Sariyer às 11:40 da manhã, hora local. Não especificou que tipo de armas foram utilizadas nem se houve feridos.

Yerlikaya também condenou o ataque e disse que as autoridades estão a trabalhar na captura dos assaltantes e confirmou que foi aberta uma investigação.

Em declarações aos jornalistas, o Presidente da Câmara de Istambul, Ekrem Imamoglu, apresentou as suas condolências e apoiou as minorias religiosas da cidade, que, tal como toda a Turquia, é maioritariamente muçulmana.

"Não existem minorias nesta cidade ou neste país. Somos todos verdadeiros cidadãos", afirmou.

No Angelus deste domingo, desde a Praça de São Pedro, o Papa Francisco lembrou o ataque.

"Expresso a minha proximidade à comunidade (da igreja) de Istambul, que durante a missa sofreu um ataque armado com um morto e alguns feridos", disse o pontífice.

A igreja é gerida por uma ordem italiana de frades franciscanos. O Ministro dos Negócios Estrangeiros italiano, Antonio Tajani, disse que o seu ministério estava a acompanhar a situação juntamente com a embaixada italiana em Ancara e o consulado em Istambul.

"Expresso as minhas condolências e a minha firme condenação pelo vil ataque à Igreja de Santa Maria", escreveu Tajani no antigo Twitter (X).

"Estou certo de que as autoridades turcas irão prender os responsáveis", acrescentou.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Libertadas as freiras raptadas por grupo armado no Haiti

Mais de 40 ativistas LGBTQ detidos em Istambul

Campanha eleitoral chega ao fim na Turquia