Trump e Biden dominam "Super Terça-Feira", Nikki Haley venceu no Vermont

Donald Trump e Joe Biden
Donald Trump e Joe Biden Direitos de autor Donald Trump: AP Photo/Rebecca Blackwell, Joe Biden: AP Photo/Alex Brandon
De  Euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Como previsto, o presidente Joe Biden, e o antecessor, Donald Trump, venceram com facilidade os respetivos adversários na maioria das corridas da "Super Terça-Feira", com triunfos de costa a costa. Biden apenas foi supreendido na Samoa Americana, enquanto Trump deixou escapar o Vermont.

PUBLICIDADE

O presidente dos Estados Unidos Joe Biden e o seu antecessor no cargo, Donald Trump, dominaram em quase toda a linha as eleições primárias da chamada "Super Terça-Feira", tornando cada vez mais provável a reedição do duelo de 2020 nas eleições marcadas para o próximo dia 5 de novembro.

Ambos venceram na Califórnia, o estado que distribui mais delegados em todo o país, Virginia, Carolina do Norte, Maine, Massachusetts, Oklahoma, Tennessee, Texas, Arkansas, Alabama, Colorado e Minnesota.

Biden, de 81 anos, apenas foi surpreendido na Samoa Americana, um território dos Estados Unidos no sul do Oceano Pacífico, tendo perdido para Jason Palmer, um candidato pouco conhecido que teve 51 votos contra os 40 do atual presidente americano.

Já Trump, de 77 anos, deixou escapar o Vermont para Nikki Haley, que somou a segunda vitória nas primárias de 2024, após o triunfo em Washington DC. A equipa de campanha da ex-governadora da Carolina do Sul não esclareceu os próximos passos da candidata, que enfrenta pressões do próprio partido para abandonar a corrida à nomeação. 

Joe Biden não proferiu um discurso de reação aos resultados, mas em comunicado afirmou que Trump está "determinado em destruir a democracia".

"Se Donald Trump regressar à Casa Branca, todo este progresso está em risco. Ele é movido por queixume e rancor, focado na sua própria vingança, e não no povo americano", escreveu Biden.

Quanto a Donald Trump, falou num "dia espetacular", atacando Biden no que diz respeito à gestão da imigração e da retirada das tropas americanas do Afeganistão.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Nikki Haley retira-se da corrida presidencial dos EUA

Donald Trump vence primárias republicanas na Dakota do Norte

Trump vence primárias na Carolina do Sul. Nikki Haley promete manter-se na corrida