EventsEventosPodcasts
Loader
Encontra-nos
PUBLICIDADE

Salvini diz que "Macron põe a Europa em perigo". Ventura pede votos para mudar a presidência da CE

Matteo Salvini
Matteo Salvini Direitos de autor Amr Nabil/Copyright 2024 The AP. All rights reserved
Direitos de autor Amr Nabil/Copyright 2024 The AP. All rights reserved
De  euronews
Publicado a Últimas notícias
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

O líder do partido Liga reuniu em Roma um grande número de apoiantes e líderes políticos da extrema-direita europeia, incluindo André Ventura do partido português Chega. Marine Le Pen participou na convenção de Roma através de um vídeo gravado.

PUBLICIDADE

Matteo Salvini, líder do partido italiano Liga, reuniu este sábado em Roma um grande número de apoiantes e líderes de extrema-direita com o objetivo de conseguir uma maior unidade nas próximas eleições europeias. A Liga faz parte do grupo político europeu Identidade e Democracia.

"Não apoiaremos von der Leyen"

Na convenção 'Winds of change' (“Ventos de mudança”, na sua tradução livre), realizada na capital italiana, participaram outros líderes da direita europeia, como a francesa Marine Le Pen, que enviou uma mensagem através de vídeo manifestando receio de que Ursula von der Leyen renove mais um mandato à frente da Comissão Europeia.

"Ursula von der Leyen é responsável por políticas como o Pacto Verde ou as migrações", criticou Le Pen, assegurando que têm de “ter o máximo possível de pessoas [votos] para impedir que a senhora von der Leyen alcance um segundo mandato".

Claro e direto foi também a mensagem do líder da Liga. Matteo Salvini disse que os representantes do partido de extrema-direita italiano "não permitirão um segundo mandato de von der Leyen nem dos socialistas".

Salvini: "Macron põe a Europa em perigo"

O atual ministro dos Transportes italiano e vice-primeiro-ministro criticou o presidente francês Emmanuel Macron por não descartar uma possível intervenção militar da Europa na Ucrânia.

"Macron, com as suas palavras, põe em perigo o nosso país e todo o continente, não quero deixar aos meus filhos um continente a entrar na terceira Guerra Mundial", disse Matteo Salvini.

André Ventura: "Teremos votos suficientes para mudar a presidência da Comissão"

Entre os vários dirigentes presentes na convenção de Roma esteve André Ventura do partido populista Chega, que obteve grande sucesso nas eleições legislativas de março, em Portugal.

"Esperamos que, juntos: ECR (Conservadores e Reformistas Europeus) e ID (grupo de extrema-direita), tenhamos votos suficientes para mudar o presidente da Comissão Europeia", disse André Ventura aos jornalistas em Roma.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Governo francês vai avançar com medidas para combater défice de 5,5%

Milhares de pessoas manifestam-se contra a extrema-direita na Áustria

AD sem maioria: futuro do Governo português nas mãos do PS e Chega