EventsEventos
Loader

Find Us

FlipboardLinkedin
Apple storeGoogle Play store
PUBLICIDADE

Zelenskyy visita Kharkiv e admite situação "extremamente difícil" na região

Prédio bomabrdeado em Kharkiv, Ucrânia.
Prédio bomabrdeado em Kharkiv, Ucrânia. Direitos de autor Zurab Tsertsvadze/Copyright 2024 The AP. All rights reserved
Direitos de autor Zurab Tsertsvadze/Copyright 2024 The AP. All rights reserved
De  Euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Zelenskyy foi a Kharkiv na quinta-feira para uma reunião com altos dirigentes militares numa altura em que a região está sob forte pressão russa. Presidente ucraniano diz que estão a ser infligidas perdas às tropas de Moscovo, embora reconheça que a situação continua "extremamente difícil".

PUBLICIDADE

O presidente ucraniano Volodymyr Zelenskyy deslocou-se a Kharkiv esta quinta-feira, numa altura em que a Rússia está a exercer forte pressão sobre o norte da região para tentar ganhar terreno. 

Zelenskyy publicou no Telegram que se tinha reunido com altos dirigentes militares na segunda maior cidade ucraniana, reconhecendo que a situação se mantém "extremamente difícil". 

"A partir de hoje, a situação no oblast de Kharkiv está, de forma geral, sob controlo, os nossos soldados estão a infligir perdas significativas ao ocupante. Mas a direção continua a ser extremamente difícil - estamos a reforçar as nossas unidades".

Durante a reunião, que contou com a presença do comandante-chefe Oleksandr Syrskyi, foram discutidas "em pormenor as perspetivas da situação de combate, as ameaças nos próximos dias e semanas e as oportunidades, ucranianas de contrariar os planos ofensivos russos".

A Ucrânia está numa posição de desvantagem em toda a região de Kharkiv e assiste ao avanço das tropas russas, que disparam contra as posições ucranianas e obrigam milhares de pessoas a fugir. Perto de oito mil civis foram retirados de várias localidades. 

O presidente ucraniano Zelenskyy adiou uma viagem planeada para Portugal e Espanha no final desta semana, sublinhando a gravidade da ameaça que os seus soldados enfrentam.

Ataques nas regiões de Kherson e Donetsk

Uma pessoa morreu e quatro outras ficaram feridas na sequência da explosão de projéteis no distrito de Beryslav, região de Kherson, no sul da Ucrânia. Três pessoas terão sido hospitalizadas., reporta o The Kyiv Independent.

Segundo o mesmo jornal ucraniano, as forças russas terão também atacado Mykhailivka, no distrito de Pokrovsk, região de Donetsk, com sistemas de foguetes de lançamento múltiplo Smerch, ferindo três mulheres e dois homens.

Na esperança de que as defesas ucranianas se desmoronem, a Rússia está a abrir novas frentes para esticar o exército ucraniano, que tem falta de munições e de mão de obra, ao longo dos mil quilómetros da linha da frente.

Isto obrigou a Ucrânia a retirar tropas de algumas partes do nordeste do país, enquanto continua a combater as tropas russas noutras áreas.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Ucrânia retira tropas na região de Kharkiv. Zelenskyy cancelou visita a Portugal e Espanha

EUA reafirmam que assistência militar chegará em breve à Ucrânia

Rússia ganha terreno na região de Kharkiv, quase seis mil ucranianos retirados da zona fronteiriça