EventsEventosPodcasts
Loader
Find Us
PUBLICIDADE

Primeiro-ministro britânico apresenta manifesto eleitoral dos conservadores

Rishi Sunak
Rishi Sunak Direitos de autor Benjamin Cremel /AP
Direitos de autor Benjamin Cremel /AP
De  Euronews
Publicado a
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

A apresentação acontece pouco depois de Rishi Sunak ter sido forçado a desmentir os rumores da sua possivel demissão antes das eleições. O primeiro- ministro britânico aposta na redução de impostos e no apoio à habitação para inverter as sondagens.

PUBLICIDADE

O primeiro-ministro britânico, Rishi Sunak, comprometeu-se a reduzir os impostos e a imigração se o Partido Conservador for reeleito nas eleições gerais de 4 de julho.

Sunak escolheu a pista de Silverstone, na qual decorre o Grande Prémio de F1 da Grã-Bretanha, para se reposicionar na campanha eleitoral.

Até 2030, Rishi Sunak prometeu cortes nos impostos no valor de 17 mil milhões de libras (20 mil milhões de euros), a serem pagos em grande parte através da redução dos custos da segurança social. A redução fiscal prevê uma redução de 2 pontos percentuais no seguro nacional - um imposto que os trabalhadores pagam para terem direito a uma pensão do Estado. O Governo conservador já o reduziu duas vezes, de 12% para os atuais 8%.

Sunak também se comprometeu a aumentar o investimento na defesa para 2,5% do PIB e a reforçar o controlo da imigração ilegal.

Uma eleição surpresa

A decisão de Rishi Sunak convocar eleições antecipadas, este verão, teve o objetivo de apanhar desprevenida a oposição e, com isso, inverter as sondagens que apontam para uma desvantagem dos conservadores.

Sunak foi forçado a reconhecer que “as pessoas estão frustradas com o nosso partido e comigo”.

Ainda assim, defendeu que os conservadores são “o único partido com ideias para tornar este país um lugar melhor para viver”.

A oposição afirma que Sunak está a fazer promessas irrealistas e incomportáveis, numa tentativa desesperada de evitar a derrota.

As perspectivas do partido também se agravaram na semana passada, quando o populista Nigel Farage anunciou que se iria candidatar ao Parlamento ao leme do partido de direita Reform U.K.

Farage tem feito campanha em todo o país para angariar apoio com a sua retórica anti-imigração.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Rishi Sunak convoca eleições antecipadas para julho, numa manobra surpresa

Sunak anuncia: voos de deportação do Reino Unido para o Ruanda devem começar dentro de poucos meses

Farage denuncia situação migratória no Canal da Mancha