AC/DC regressam à Europa para a primeira digressão em oito anos

Brian Johnson (à esquerda) e Angus Young (à direita) dos AC/DC actuam na Oracle Arena em Oakland, Califórnia, na terça-feira, 2 de dezembro de 2008.
Brian Johnson (à esquerda) e Angus Young (à direita) dos AC/DC actuam na Oracle Arena em Oakland, Califórnia, na terça-feira, 2 de dezembro de 2008. Direitos de autor Lea Suzuki/San Francisco Chronicle via AP
De  Jonny Walfisz
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Artigo publicado originalmente em inglês

A banda "Back in Black" vai atravessar o continente com uma formação um pouco diferente.

PUBLICIDADE

A banda australiana AC/DC anunciou uma nova digressão europeia. É a primeira em oito anos e contará com dois novos membros no alinhamento ao vivo.

A digressão POWER UP terá início na Alemanha, a 17 de maio, e percorrerá a Europa com datas em Itália, Espanha, Países Baixos, Áustria, Suíça, Inglaterra, Eslováquia e França, antes de terminar em Dublin, a 17 de agosto.

É a primeira vez que os roqueiros de "Highway to Hell" fazem uma digressão pela Europa desde 2016 e a primeira oportunidade de mostrar ao continente o seu álbum de 2020, "Power Up".

A digressão é também um reconhecimento do 50º aniversário da banda, depois de os irmãos australianos Malcolm e Angus Young terem formado a banda no final de 1973, com o seu primeiro concerto oficial na véspera de Ano Novo desse ano.

O irmão fundador Malcolm morreu em 2017 e Angus continua a liderar a banda ao lado do vocalista de longa data Brian Johnson.

AC/DC vocalist Brian Johnson and lead guitarist Angus Young perform at Southern Star Amphitheater in Houston, Oct. 12, 1985
AC/DC vocalist Brian Johnson and lead guitarist Angus Young perform at Southern Star Amphitheater in Houston, Oct. 12, 1985Timothy Bullard/1985 AP

A formação da banda mudou novamente desde a última vez que os AC/DC vieram à Europa. O baterista de longa data Phil Rudd voltou a juntar-se à banda em 2020 para gravar o álbum mais recente, mas retirou-se das digressões.

O experiente baterista de digressão Matt Laug substituirá Rudd na estrada.

Da mesma forma, o baixista Cliff Williams, que regressou à banda para o novo álbum depois de ter saído em 2016, não estará presente na digressão. Williams também se retirou das digressões, embora tenha actuado com o grupo no final do ano passado para o festival de música Power Trip.

No lugar de Williams, o ex-baixista do Jane's Addiction, Chris Chaney, assumirá as funções de baixo. Ambos os novos músicos, Laug e Chaney, já trabalharam com músicos famosos como Alanis Morissette e Slash.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Obra-prima de Bernini no Vaticano alvo do primeiro grande restauro em 250 anos

Martin Scorsese recebeu Urso de Ouro honorário na Berlinale

Ridley Scott pode realizar filme biográfico dos Bee Gees