EventsEventosPodcasts
Loader
Encontra-nos
PUBLICIDADE

AC/DC regressam à Europa para a primeira digressão em oito anos

Brian Johnson (à esquerda) e Angus Young (à direita) dos AC/DC actuam na Oracle Arena em Oakland, Califórnia, na terça-feira, 2 de dezembro de 2008.
Brian Johnson (à esquerda) e Angus Young (à direita) dos AC/DC actuam na Oracle Arena em Oakland, Califórnia, na terça-feira, 2 de dezembro de 2008. Direitos de autor Lea Suzuki/San Francisco Chronicle via AP
Direitos de autor Lea Suzuki/San Francisco Chronicle via AP
De  Jonny Walfisz
Publicado a
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Artigo publicado originalmente em inglês

A banda "Back in Black" vai atravessar o continente com uma formação um pouco diferente.

PUBLICIDADE

A banda australiana AC/DC anunciou uma nova digressão europeia. É a primeira em oito anos e contará com dois novos membros no alinhamento ao vivo.

A digressão POWER UP terá início na Alemanha, a 17 de maio, e percorrerá a Europa com datas em Itália, Espanha, Países Baixos, Áustria, Suíça, Inglaterra, Eslováquia e França, antes de terminar em Dublin, a 17 de agosto.

É a primeira vez que os roqueiros de "Highway to Hell" fazem uma digressão pela Europa desde 2016 e a primeira oportunidade de mostrar ao continente o seu álbum de 2020, "Power Up".

A digressão é também um reconhecimento do 50º aniversário da banda, depois de os irmãos australianos Malcolm e Angus Young terem formado a banda no final de 1973, com o seu primeiro concerto oficial na véspera de Ano Novo desse ano.

O irmão fundador Malcolm morreu em 2017 e Angus continua a liderar a banda ao lado do vocalista de longa data Brian Johnson.

AC/DC vocalist Brian Johnson and lead guitarist Angus Young perform at Southern Star Amphitheater in Houston, Oct. 12, 1985
AC/DC vocalist Brian Johnson and lead guitarist Angus Young perform at Southern Star Amphitheater in Houston, Oct. 12, 1985Timothy Bullard/1985 AP

A formação da banda mudou novamente desde a última vez que os AC/DC vieram à Europa. O baterista de longa data Phil Rudd voltou a juntar-se à banda em 2020 para gravar o álbum mais recente, mas retirou-se das digressões.

O experiente baterista de digressão Matt Laug substituirá Rudd na estrada.

Da mesma forma, o baixista Cliff Williams, que regressou à banda para o novo álbum depois de ter saído em 2016, não estará presente na digressão. Williams também se retirou das digressões, embora tenha actuado com o grupo no final do ano passado para o festival de música Power Trip.

No lugar de Williams, o ex-baixista do Jane's Addiction, Chris Chaney, assumirá as funções de baixo. Ambos os novos músicos, Laug e Chaney, já trabalharam com músicos famosos como Alanis Morissette e Slash.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Maior festival de poesia da Europa destaca vozes pouco representadas

Paris acolhe o maior festival japonês da Europa com Osaka como Cidade do Ano

Shelley Duvall, estrela de "The Shining" e "Annie Hall", morre aos 75 anos