EventsEventosPodcasts
Loader
Encontra-nos
PUBLICIDADE

Primeiro-ministro da Eslováquia poderá ficar com sequelas permanentes depois de ter sido baleado

O primeiro-ministro da Eslováquia, Robert Fico, chega para uma mesa redonda na cimeira da UE em Bruxelas, a 1 de fevereiro de 2024
O primeiro-ministro da Eslováquia, Robert Fico, chega para uma mesa redonda na cimeira da UE em Bruxelas, a 1 de fevereiro de 2024 Direitos de autor Geert Vanden Wijngaert/Copyright 2024 The AP. All rights reserved
Direitos de autor Geert Vanden Wijngaert/Copyright 2024 The AP. All rights reserved
De  Euronews com AP, EBU
Publicado a
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied
Artigo publicado originalmente em inglês

Robert Kaliňák, vice-primeiro-ministro da Eslováquia, anunciou que o estado de saúde do primeiro-ministro eslovaco pode ficar afetado permanentemente depois de Robert Fico ter sido baleado em maio.

PUBLICIDADE

O primeiro-ministro da Eslováquia, Robert Fico, terá alegadamente problemas de saúde permanentes depois de ter sobrevivido a um tiroteio em maio. De acordo com o vice-primeiro-ministro do país, Robert Kaliňák, Fico foi baleado no abdómen, o que aumenta a probabilidade de vir a ter problemas musculoesqueléticos.

"O seu estado de saúde ainda está longe de ser ideal. Depois de um tiro no abdómen, os órgãos não funcionam como quando tinha 17 ou 30 anos. Como parte da sua reabilitação, os médicos estão a fazer tudo o que podem para garantir que ele consegue fazer o seu trabalho com todo o seu potencial e estamos perto disso", disse Kaliňák, citado pela AP.

Robert Fico a chegar a uma reunião na cidade de Praga, 27 de fevereiro de 2024
Robert Fico a chegar a uma reunião na cidade de Praga, 27 de fevereiro de 2024Petr David Josek/Copyright 2024 The AP. All rights reserved

De forma sucinta, o anúncio de Robert Kaliňák sobre o estado de saúde do primeiro-ministro eslovaco revelou no entanto uma aparente melhoria em relação ao que foi divulgado pelo próprio Fico no início de junho, quando falou publicamente pela primeira vez após o tiroteio.

Kaliňák referiu, ainda, que é esperado que Fico compareça publicamente nos próximos dias e que faça nova atualização sobre o estado de saúde, mas não especificou se seria pessoalmente ou por vídeo.

Robert Fico foi baleado no abdómen

O primeiro-ministro populista da Eslováquia foi baleado no abdómen à queima-roupa quando cumprimentava os seus apoiantes, após uma reunião do governo eslovaco na cidade de Handlová, a 15 de maio.

Vídeos divulgados nas redes sociais mostram o primeiro-ministro a estender a mão para cumprimentar as pessoas que ali se encontravam quando um homem se aproximou e disparou cinco tiros contra Fico.

Robert Fico foi imediatamente assistido e submetido a uma cirurgia de cinco horas para tratar os múltiplos ferimentos que sofreu no ataque, seguida de outra cirurgia de duas horas, dois dias depois, para remover tecido morto dos ferimentos de bala.

No final de maio, Fico foi transportado por via aérea do hospital de Banská Bystrica para a capital Bratislava, onde passou a receber tratamentos em casa.

O Tribunal Penal especializado da cidade de Pezinok ordenou que o suspeito, acusado de tentativa de homicídio, permanecesse em prisão preventiva. Os procuradores disseram à polícia para não identificar publicamente o suspeito nem divulgar pormenores sobre o caso.

O primeiro-ministro eslovaco afirmou que perdoava o seu agressor e que não sentia "nenhum ódio" contra o "estranho" que o alvejou.

"Não tomarei qualquer medida legal ativa contra ele, nem procurarei obter uma indemnização por danos. Perdoo-lhe e deixo-o resolver o que fez e porque o fez na sua própria cabeça", expliou Fico, citado pela AP.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Robert Fico recebe alta hospital duas semanas após ser alvo de tentativa de assassinato

Primeiro-ministro eslovaco foi submetido a nova operação e permanece em estado crítico

Ataque contra Robert Fico ameaça aprofundar a divisão política na Eslováquia