Vídeo

euronews_icons_loading
Grupo de manifestantes reclamam contra o que chamam de "Dia da Invasão"