Última hora
This content is not available in your region

Biden e Putin encontram-se em Genebra em junho

euronews_icons_loading
Biden e Putin encontram-se em Genebra em junho
Direitos de autor  Alexander Zemlianichenko/AP2011
Tamanho do texto Aa Aa

Os líderes da Rússia e dos Estados Unidos, Vladimir Putin e Joe Biden, vão encontrar-se cara a cara em Genebra, no dia 16 de junho, durante a visita do presidente norte-americano à Europa. É o primeiro encontro entre os chefes das duas potências desde a chegada de Biden ao poder e acontece numa altura em que as relações entre o Kremlin e a Casa Branca estão particularmente tensas.

A porta-voz da Casa Branca, Jen Psaki, explica que nenhum tema vai ser deixado para trás: "O nosso foco é passar a ter um relacionamento com a Rússia mais estável e mais previsível. Mas isso não significa contenção em temas que nos preocupam, como puderam ver nas últimas semanas, em que ao mesmo tempo fizemos o convite para esta reunião e aplicámos sanções para punir ações que consideramos inaceitáveis", diz.

Nenhum tema será deixado para trás.
Jen Psaki
Porta-voz da Casa Branca

A cimeira teve já uma reunião preparatória, em Reikjavik, na Islândia, em que participaram os chefes da diplomacia dos dois países, Anthony Blinken e Serguei Lavrov.

Longe vão os tempos de entendimento quase perfeito entre Moscovo e Washington. O recente episódio da tentativa de envenenamento do opositor Alexei Navalny levou Biden a chamar assassino a Vladimir Putin e o caso do avião desviado pela Bielorrússia, país aliado do Kremlin, torna o diálogo ainda mais difícil. Biden é o quinto presidente norte-americano que Vladimir Putin conhece enquanto presidente. Já em 2011 se encontrou com o atual inquilino da Casa Branca, então vice-presidente de Barack Obama.