Última hora
This content is not available in your region

Estádio Puskas preparado para receber Portugal

euronews_icons_loading
Estádio Puskas preparado para receber Portugal
Direitos de autor  Euronews
Tamanho do texto Aa Aa

Tudo a postos no estádio Puskas, em Budapeste, onde Portugal se estreia no Europeu de futebol, na próxima terça-feira. O Hungria - Portugal marca também a estreia do dispositivo montado pelas autoridades húngaras com a UEFA para o Euro 2020. Vai ser uma espécie de regresso ao passado: jogos com bancadas cheias de adeptos. 65 mil bilhetes foram vendidos para cada um dos quatro jogos.

"O uso de uma máscara não é obrigatório, mas é recomendado na Arena," explica Jenő Sipos, o porta-voz da Associação húngara de Futebol.

Os adeptos que tenham cartão de imunidade à Covid-19 ou teste PCR negativo recente recebem uma pulseira que funciona como livre trânsito. Para além disso, vão ser feitos controlos de temperatura.

Jenő Sipos diz que "o comité organizador quer evitar uma multidão enorme nos portões 1 a 2 horas antes dos jogos" e que, por isso, foram estebelecidos "três pontos de recolha de bilhetes". Pede-se aos adeptos que "recolham a pulseira o mais cedo possível e depois que bebam uma cerveja antes do jogo e de chegarem confortavelmente ao estádio," acrescenta o responsável entrevistado pela Euronews.

As autoridades hungaras pedem aos adeptos que recolham a pulseira de livre trânsito na véspera e que usem a rede de transportes públicos.

Fanzone em construção

Budapeste preparou também espaços de visionamento para quem não conseguiu um bilhete para o jogo. Milhares de pessoas vão poder assistir ao torneio em ecrãs gigantes numa zona de fãs que ainda está em construção. Como é ao ar livre, os participantes nem sequer precisam de um cartão imunidade à Covid-19.

Depois de defrontar a Hungria a 15 de junho, o estádio vai ser palco do primeiro embate dos dois campeões em título a 23 de junho. Portugal, campeão europeu, joga com a França, campeã do mundo.