Última hora
This content is not available in your region

ONU vota resolução a exigir garantias aos talibãs

Access to the comments Comentários
De  Ricardo Figueira
euronews_icons_loading
ONU vota resolução a exigir garantias aos talibãs
Direitos de autor  AAMIR QURESHI/AFP or licensors
Tamanho do texto Aa Aa

A ONU pede aos talibãs que honrem o que prometeram e garantam uma vida livre a todos no Afeganistão, assim como que deixem sair quem o deseja fazer. É a essência da resolução redigida pelos Estados Unidos, Reino Unido e França, votada no Conselho de Segurança das Nações Unidas e aprovada com 13 votos a favor. A China e a Rússia abstiveram-se.

"A resolução 2593 deixa clara a nossa expectativa de que qualquer afegão ou estrangeiro que queira deixar o Afeganistão o possa fazer de forma segura, seja por via aérea ou pelas fronteiras terrestres", disse a embaixadora do Reino Unido na ONU, Barbara Woodward.

Em entrevistas e várias declarações, os talibãs prometeram um regime mais suave e mais respeitador dos cidadãos do que o que vigorou nos anos 90, antes da invasão norte-americana. No entanto, a comunidade internacional tem dificuldade em acreditar nessa narrativa e teme pelos direitos humanos, em especial das mulheres.

O presidente francês Emmanuel Macron exige respeito dessas liberdades para que haja um reconhecimento internacional do regime talibã. Há notícias de atos de vingança por parte dos novos donos do poder no Afeganistão, o que faz temer o pior em termos de respeito pelas liberdades.