Dois adolescentes detidos por tiroteio no Alabama

Jonathan Floyd, chefe da polícia de Dadeville, dá conferência de imprensa após tiroteio no Alabama
Jonathan Floyd, chefe da polícia de Dadeville, dá conferência de imprensa após tiroteio no Alabama Direitos de autor Mickey Welsh/The Montgomery Advertiser via AP
De  Euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Tragédia em festa de aniversário resultou em pelo menos quatro mortos. Uma das vítimas era o irmão da aniversariante.

PUBLICIDADE

Dois adolescentes foram detidos e estão acusados de homicídio, na sequência do tiroteio numa festa de aniversário, que este sábado deixou a cidade de Dadeville, no Alabama, em estado de choque.

A tragédia resultou na morte de quatro jovens e 32 feridos, quatro deles ainda hospitalizados em estado crítico.

De acordo com as autoridades, os suspeitos, dois irmãos de 16 e 17 anos, serão julgados como adultos.

O tiroteio deflagrou na festa do 16.° aniversário de Alexis Dowdell, que estava a ser realizada num estúdio de dança. 

Testemunhas relatam que várias pessoas começaram a disparar algum tempo depois de a mãe de Alexis ter interrompido a celebração para pedir às pessoas armadas que saíssem do recinto.

Entre as vítimas mortais estão o irmão da aniversariante, Philstavious "Phil" Dowdell, e Shaunkivia Nicole "KeKe" Smith, ambos finalistas do liceu, Os outros dois eram Marsiah Emmanuel "Siah" Collins, de 19 anos, e Dadeville High Corbin Dahmontrey Holston, 23 anos, ex-atleta da escola local.

Até ao momento não foi divulgado qual o motivo do massacre, nem se havia relação entre os atiradores e a aniversariante ou as vítimas

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Atirador mata duas pessoas em escola secundária nos EUA

Cinco pessoas mortas em tiroteio em Louisville

Homem mata seis pessoas em tiroteio no Mississipi