EventsEventosPodcasts
Loader
Encontra-nos
PUBLICIDADE

Ásia vive verão de extremos meteorológicos

Equipas de salvamento utilizam barcos para evacuar residentes, numa cidade próxima de Pequim, na China.
Equipas de salvamento utilizam barcos para evacuar residentes, numa cidade próxima de Pequim, na China. Direitos de autor Andy Wong/Copyright 2023 The AP. All rights reserved
Direitos de autor Andy Wong/Copyright 2023 The AP. All rights reserved
De  Verónica Romano
Publicado a
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Pequim, capital da China, registou as chuvas mais intensas dos últimos 140 anos

PUBLICIDADE

Fenómenos meteorológicos extremos têm abalado o continente asiático. 

Taiwan prepara-se para a chegada do tufão Khanun, que já atingiu as ilhas do sul do Japão.As previsões apontam para chuvas fortes e ventos de mais de 160 quilómetros por hora.

A China ainda está a recuperar dos efeitos do tufão Doksuri, que inundou a região da capital. Pelo menos 21 pessoas morreram.

Pequim registou as chuvas mais intensas dos últimos 140 anos.

Na Coreia do Sul, o perigo é outro. Os termómetros têm rondado uma máxima de 38 graus por todo o país. 

Mais de 100 pessoas tiveram de receber assistência médica devido ao calor, num encontro mundial de escuteiros.

Os especialistas dizem que os estados de tempo extremos que ocorrem por todo o mundo se devem a uma combinação do aquecimento global e do fenómeno climático El Niño.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Norte da China em alerta máximo devido a temporal

Rússia e China juntas em novo exercício militar

"A China é uma ameaça à nossa segurança", alerta vice-secretário-geral da NATO