"Ilotopie" levou animação e luz ao rio Tibre, deslumbrando romandos e turistas

Luz e formas transparentes fluturam pelo Tibre em Roma

Parafraseando o famoso conto de fadas dos Irmãos Grimm, "O Flautista de Hamelin", um flautista e três pastores da companhia de teatro francesa "Ilotopie" conduzem uma centena de formas flutuantes equipadas com iluminação integrada e um contrapeso submarino para assegurar a flutuabilidade.

Parafraseando o famoso conto de fadas dos Irmãos Grimm, "O Flautista de Hamelin", um flautista e três pastores da companhia de teatro francesa "Ilotopie" conduzem uma centena de formas flutuantes equipadas com iluminação integrada e um contrapeso submarino para assegurar a flutuabilidade.

Durante cerca de quarenta minutos, estas figuras transparentes, conduzidas por um músico encantador, rodopiam sob o olhar de romanos e turistas, transformando assim o rio num verdadeiro palco luminoso.

Desde a ponte Umberto I, ponto de partida do espetáculo, até à ponte Sisto, as silhuetas transparentes flutuam ao ritmo da corrente, como barcos à vela, atravessadas aqui e ali por atores da companhia que oferecem aos espetadores um espetáculo feito de luzes, fogos de artifício e efeitos musicais.

Nascida em 1980 na Camargue (ilha do rio Ródano francês), ''Ilotopie'' é uma companhia de teatro aberto francesa, com um gosto pelo ambiente aquático em que realiza os seus espetáculos.

Espaços públicos, mas também paisagens, rios e florestas são os seus palcos

Convidada a vir a Roma pela Embaixada de França e pelo Institut Français, "Ilotopie" ofereceu à capital italiana um espetáculo de grande originalidade, gratuito e acessível a todos os romanos e turistas durante o fim de semana.

O vídeo mais recente