EventsEventosPodcasts
Loader

Find Us

PUBLICIDADE

Donald Trump começa a ser julgado um dia antes da "super terça-feira" presidencial

Donald Trump a sair do respetivo avião privado, a 24 de agosto, em Atlanta
Donald Trump a sair do respetivo avião privado, a 24 de agosto, em Atlanta Direitos de autor AP Photo/Alex Brandon, Arquivo
Direitos de autor AP Photo/Alex Brandon, Arquivo
De  Francisco Marques
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

O ex-presidente dos Estados Unidos e candidato a voltar à Casa Branca diz-se inocente, tentou adiar o processo para 2026, mas vai enfrentar os procuradores num momento chave das eleições

PUBLICIDADE

Donald Trump vai ser julgado a 4 de março de 2024, no processo em que é acusado de ter tentado conspirar para reverter a derrota eleitoral de 2020 para Joe Biden, anunciou esta segunda-feira a juíza federal Tanya Chutkan, que lidera o caso em Washington.

Contra as pretensões do antigo presidente dos Estados Unidos e assumido candidato a voltar a chefiar a Casa Branca, em 2025, a decisão da juíza do tribunal distrital de Columbia, nos Estados Unidos, faz com que o primeiro julgamento em que Trump vai enfrentar os procuradores, incluindo o procurador especial do Departamento da Justiça, Jack Smith, aconteça num momento chave das primárias presidenciais.

A fase inicial de onde vão sair os candidatos do Partido Democrata e do Partido Republicano para as presidenciais de 5 de novembrode 2024 vai começar a 15 de janeiro e decorre pelo menos até julho.

A primeira sessão do julgamento de Donald Trump acontece exatamente no mesmo dia do "Caucus" republicano no Dacota do Norte e um dia antes da apelidada "super terça-feira", o dia em que mais estados vão estar a definir quem devem ser os candidatos presidenciais de parte a parte.

Trump declarou-se inocente, tentou adiar o julgamento para abril de 2026, mais de um ano após o próximo presidente dos Estados Unidos tomar posse, mas não teve êxito.

Outras fontes • AP

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Trump cometeu fraude enquanto construía o seu império imobiliário, conclui juiz de Nova Iorque

Robert de Niro chama "palhaço" a Donald Trump à porta do tribunal

Biden apela à libertação de jornalistas no jantar dos correspondentes de imprensa