EventsEventosPodcasts
Loader
Encontra-nos
PUBLICIDADE

Onda de calor e condições extremas em vários pontos da Europa

Temperaturas podem chegar aos 40 graus em países como a Sérvia
Temperaturas podem chegar aos 40 graus em países como a Sérvia Direitos de autor Darko Bandic/Copyright 2024 The AP. All rights reserved
Direitos de autor Darko Bandic/Copyright 2024 The AP. All rights reserved
De  Euronews
Publicado a
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button

Se em algumas zonas da Europa os termómetros podem chegar aos 40 graus por estes dias, em outras regiões são as chuvas torrenciais que estão a causar perturbações e a isolar certas zonas.

PUBLICIDADE

Uma intensa onda de calor está a afetar grande parte da Europa, com temperaturas recorde e condições extremas, com as chuvas torrenciais deste fim de semana chegaram mesmo a isolar uma cidade na Suíça.

Prevê-se que este verão seja um dos mais quentes de que há registo, com áreas como a Grécia a registarem um aumento dramático das temperaturas médias nos últimos anos, aumentando a probabilidade de incêndios florestais.

Origem da vaga de calor na Europa

Segundo a Organização Meteorológica Mundial (OMM), esta vaga de calor vem do norte de África e atravessa o Mediterrâneo em direção às costas dos países europeus.

Além disso, um sistema de baixa pressão no Atlântico, entre os Açores e a Madeira, está a empurrar a frente quente para a Europa Ocidental.

Prevê-se que as temperaturas atinjam perto de 40 graus Celsius em muitas regiões europeias no início desta semana.

Impacto e consequências desta nova vaga

Esta vaga de calor surge um ano depois de países como o Reino Unido, a França, a Bélgica e os Países Baixos terem registado temperaturas recorde. No Reino Unido, foi atingido um recorde de 40,3°C.

Na Sérvia, um dos países atingidos por esta última vaga, espera-se uma temperatura máxima de 35-40°C durante este fim de semana. Na Roménia, muitos turistas vão fugir para a costa para escapar ao calor. Na zona costeira, a temperatura descerá 10°C e a brisa do mar tornará o calor mais suportável.

Veja como está o tempo na sua região

Os incêndios florestais em França, Portugal, Espanha e Grécia obrigaram milhares de pessoas a evacuar as suas casas.

A isto junta-se a possível falta de água que já se verificou em Barcelona ou, por exemplo, em Capri, em Itália, onde foram impostas limitações de acesso para os turistas, tendo a maioria da ilha reaberto na noite de sábado.

Em Espanha, já temos temperaturas superiores a 35ºC e prevê-se que atinjam os 38ºC em regiões como a Andaluzia esta semana. O verão veio para ficar.

Sinais claros das alterações climáticas

O aquecimento global é a causa subjacente a estas ondas de calor cada vez mais frequentes e intensas. Foram detetadas fissuras nos glaciares e foi mesmo atingido o ponto de não retorno nos glaciares austríacos, que terão desaparecido completamente dentro de 45 anos.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Ondas de calor mortais em junho? Cientista climático explica por que razão o clima extremo está a assolar a Grécia

Balcãs sofrem apagão durante onda de calor

Sul da Europa está a sofrer onda de calor. Termómetros chegam aos 40 graus