Vídeo

euronews_icons_loading
Coreia do Norte já está em 2019