Vídeo

euronews_icons_loading
O presidente russo, Vladimir Putin, mobilizou 300 mil reservistas para a guerra na Ucrânia