Roménia celebra "Halloween" com 30 mil abóboras

Roménia celebra "Halloween" com 30 mil abóboras

Milhares de abóboras ganham uma nova vida no "Festival da Abóbora", em Bucareste, na Roménia.

Milhares de abóboras ganham uma nova vida no "Festival da Abóbora", em Bucareste, na Roménia.

Com seis euros e uma faca, cada pessoa é convidada a participar naquela que pretende ser uma enorme exposição com 30 mil cabeças de abóbora para celebrar a véspera do Dia de Todos os Santos, também conhecida como Dia das bruxas, ou "Halloween", a 31 de outubro.

A celebração da data, cujo nome anglo-saxão derivou de "All Hallows Eve" ("véspera de todos os santos") é uma tradição com origens celtas.

Os celtas acreditavam que havia um véu entre o mundo dos espíritos e o dos vivos, que, no Halloween, estava particularmente mais permeável à passagem dos fantasmas.

Na Roménia, acredita-se que um fenómeno semelhante acontece na véspera de Santo André, padroeiro do país, a 29 de novembro. De acordo com crenças populares, espíritos perturbados levantam-se das sepulturas e vagueiam pela Terra, assustando pessoas.

Mas no festival de Bucareste, as abóboras não têm de parecer demoníacas. Teodora Gagu, uma das participantes, concorda. "Eu queria esculpir um gato, estou a tentar fazer um gato, acho que está muito bem, para uma primeira tentativa", diz. E um gato, na Roménia, também pode celebrar o Halloween.